Brasil
Publicada em 16/08/2016 - 13h28
Aeroporto RIOgaleão opera com novo sistema de tratamento de água
Águas que apresentam concentrações de óleo acima do permitido devem passar por um tratamento de separação da água e do óleo

Já está em operação o sistema de separação de água e óleo do Aeroporto Internacional Galeão, fornecido pela Ecosa, com a finalidade de atender às normas que estabelecem os critérios e padrões para lançamento de efluentes líquidos e os parâmetros para concepção, instalação e operação de sistema de drenagem oleosa para postos de serviço.

Utilizando produtos e serviços na modalidade “turn key”, a Ecosan foi contratada pela RIOgaleão, operadora responsável pela ampliação e manutenção do aeroporto, para a implementação do projeto, fabricação, transporte, instalação e comissionamento de todos os equipamentos, acessórios, instrumentos e testes relativos ao separador da água e do óleo, incluindo a confecção de manuais de operação, ensaios e lista de peças de reposição.

Separação da água e do óleo

André Ricardo Telles, diretor-executivo da Ecosan do Brasil, explica que as águas que apresentam concentrações de óleo acima do permitido precisam passar por um tratamento de separação da água e do óleo para serem despejadas em reservatórios naturais.

No caso dos aeroportos, a aplicação desse tipo de resolução é cabível, já que os locais de paradas das aeronaves apresentam um risco potencial para derramamento de derivados de petróleo, segundo Telles. “Os derramamentos podem ser provenientes de óleos dos sistemas hidráulicos, graxa para lubrificação de componentes das aeronaves e querosene de aviação. Caso ocorram vazamentos e, em seguida, chova, a água da chuva vai carregar o óleo para o meio ambiente”, salienta o diretor.

Com a instalação do sistema, o óleo é separado da água, armazenado e despejado adequadamente, sem correr o risco de ser lançado no meio ambiente. Enquanto a água, já tratada, será direcionada ao sistema de drenagem, para, enfim, ser despejada no meio ambiente.

Processo

A captação da água na área sujeita à contaminação por óleo é feita por meio de canaletas, providas de grelhas, que impedem a entrada de resíduos grandes, causadores de entupimento do sistema. O armazenamento desta água é feito em tubos instalados abaixo das canaletas, capazes de coletar o volume referente aos primeiros 13 mm de chuva que incidirem sobre esta área.

O encaminhamento da água oleosa até o local de tratamento é feito por dois modos distintos, por gravidade ou bombeada, dependendo da localização dos tubos armazenadores.  O fluído é transportado até o Tanque Acalmador, que tem como função realizar um pré-tratamento, revertendo o processo de emulsificação imposto à mistura quando esta é bombeada.

Após esse pré-tratamento, o fluído é encaminhado ao Separador Água e Óleo, para, então, ser definitivamente descartado ao ambiente. O óleo armazenado no separador deverá ser retirado periodicamente do separador para o descarte adequado.



Fonte: Assessoria de Imprensa / Ecosan
Tags:Tratamento de água, reservatórios naturais, Aeroporto Rio Galeão
Mais notícias

02/03/2017 – Data Center Sustentável
Idealizada pelo Pátria Investimentos, primeiro empreendimento da ODATA será inaugurado em março de 2017...


17/02/2017 – Alexandre Brown, diretor da Expo Arquitetura Sustentável, fala sobre o mercado e sobre o evento
Mostra reúne conteúdo relevante e exibe soluções e tendências sustentáveis para todo setor da construção ...


13/02/2017 – Fórum Construção e Arquitetura Sustentável
Conteúdo de palestras retrata desafios e soluções para a sustentabilidade na construção civil e arquitetura no Brasil...


31/10/2016 – Empresas firmam parceria para potencializar soluções sustentáveis em MG
União promete reposicionar Estado no ranking nacional de empreendimentos sustentáveis...


03/10/2016 – Inovação e ecoefiência marcam exposição na FIMAI Ecomondo
Entre os destaques, agência italiana traz empresas do País para mostrar a expertise no tratamento de água e geração de energia por meio resíduos sólidos...


29/09/2016 – Sustentabilidade para resfriar concreto
Com o uso de nitrogênio, processo proporciona redução no uso de água e energia...


28/09/2016 – Sicredi conquista certificação por sustentabilidade em Centro Administrativo
Empresa conquistou a certificação LEED EB O&M Platinum. Este é o primeiro edifício no Brasil e o quarto na América Latina a receber o reconhecimento...


12/09/2016 – Pós em Construções Sustentáveis recebem inscrições
Profissionais da arquitetura e engenharia devem valorizar os novos conceitos e as tendências da sustentabilidade e do meio ambiente. Cursos na FAAP preparam o aluno para esse novo cenário...


08/09/2016 – Centro Sebrae de Sustentabilidade recebe certificação internacional
Edifício situado em Cuiabá conquistou a classificação “Excelente” do BREEAM In-Use, a mais alta em toda a América Latina...


16/08/2016 – Aeroporto RIOgaleão opera com novo sistema de tratamento de água
Águas que apresentam concentrações de óleo acima do permitido devem passar por um tratamento de separação da água e do óleo...


VER MAIS >
Publicidade | Anuncie
Banner topo
Notícias
Vídeos
Edição do Mês
Guia de Serviços
Olho Mágico
Publicidade | Anuncie
Banner topo


Publicidade | Anuncie
Banner botão
Sustentech
Regional Telhas
Quality Systems - 03/03/2015
Rain Bird - 04/05/2015