Brasil
Publicada em 14/1/2016 - 12h44
Prédio sustentável amplia eficiência na Universidade do São Francisco
Sede do Núcleo de Ecologia possui tecnologia para armazenar águas das chuvas e é dotado de painéis solares fotovoltaicos para transformar em eletricidade a energia do Sol da região
Divulgação / Nema

A nova sede sustentável do Núcleo de Ecologia e Monitoramento Ambiental (Nema) da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) está funcionando desde abril de 2015. A construção, além de sustentável, tem ajudado a aumentar a eficiência da instituição.

Trata-se de um prédio com tecnologia própria para armazenar águas das chuvas, posicionado de forma a potencializar a ventilação natural e dotado de painéis solares fotovoltaicos para transformar em eletricidade a energia do sol da região.

São mais de 100 pesquisadores, professores, biólogos, analistas ambientais que frequentam o local. "Conseguimos dinamizar mais nossos processos, pois toda a equipe está no mesmo espaço. Até as equipes de campo possuem local apropriado para atualizar os dados coletados. E, como a construção priorizou o bem-estar e a eficiência energética, as equipes ficam mais bem acomodadas no ambiente de trabalho, o que repercute na eficiência e dedicação aos prazos e metas estabelecidas", explicou o coordenador Nema, Renato Garcia.

O prédio foi construído com recursos do Projeto de Integração do Rio São Francisco, gerenciado pelo Ministério da Integração Nacional (MI). O investimento foi de R$ 1,5 milhão. As obras foram realizadas de janeiro de 2014 a fevereiro de 2015. Antes, o núcleo funcionava em área cedida do Centro de Conservação e Manejo de Fauna da Caatinga (Cemafauna), na Univasf.

Arquitetura que valoriza recursos naturais

A nova sede possui traçado arquitetônico semelhante a um boqueirão, acidente topográfico comum no sertão nordestino. A construção reserva uma área úmida, com sombras e estrutura apropriada para abrigar espécies de plantas que se desenvolvem melhor com menos incidência de sol. "Isso permite a redução do gasto de eletricidade com aparelhos de ar condicionado", explica o coordenador do Nema, Renato Garcia.

Para essas áreas sombreadas, o projeto paisagístico prevê nativas adequadas a tais ambientes, como bromélias e orquídeas. Os jardins dos espaços internos abrigarão espécies da flora mais comum da caatinga, mais adaptadas à incidência do Sol, como os cactos.

A supervisora administrativa Illeanna Medeiros acredita que o Nema ganhou uma representação oficial desde que se transferiu para o seu próprio prédio. "Ganhamos em identidade", afirmou. Ela considera a disposição arquitetônica das salas e laboratórios muito bem pensada para uma região quente como o semiárido pernambucano. "O interior das salas e a área de convívio tem uma temperatura agradável", aprovou Illeanna.

Essas caraterísticas também foram elogiadas pelo analista ambiental Vinícius Messas Cotarelli: "Trabalhamos no sertão, as temperaturas são altas, mas, como a posição do prédio captura o vento, todo o ambiente fica mais fresco". Vinícius também argumentou que o tamanho das instalações facilita a comunicação entre os profissionais do Nema.



Fonte: Portal Brasil - 12/01/2016
Tags:Univasf, prédio sustentável, Núcleo de Ecologia e Monitoramento Ambiental, Universidade do São Francisco
Mais notícias

02/03/2017 – Data Center Sustentável
Idealizada pelo Pátria Investimentos, primeiro empreendimento da ODATA será inaugurado em março de 2017...


17/02/2017 – Alexandre Brown, diretor da Expo Arquitetura Sustentável, fala sobre o mercado e sobre o evento
Mostra reúne conteúdo relevante e exibe soluções e tendências sustentáveis para todo setor da construção ...


13/02/2017 – Fórum Construção e Arquitetura Sustentável
Conteúdo de palestras retrata desafios e soluções para a sustentabilidade na construção civil e arquitetura no Brasil...


31/10/2016 – Empresas firmam parceria para potencializar soluções sustentáveis em MG
União promete reposicionar Estado no ranking nacional de empreendimentos sustentáveis...


03/10/2016 – Inovação e ecoefiência marcam exposição na FIMAI Ecomondo
Entre os destaques, agência italiana traz empresas do País para mostrar a expertise no tratamento de água e geração de energia por meio resíduos sólidos...


29/09/2016 – Sustentabilidade para resfriar concreto
Com o uso de nitrogênio, processo proporciona redução no uso de água e energia...


28/09/2016 – Sicredi conquista certificação por sustentabilidade em Centro Administrativo
Empresa conquistou a certificação LEED EB O&M Platinum. Este é o primeiro edifício no Brasil e o quarto na América Latina a receber o reconhecimento...


12/09/2016 – Pós em Construções Sustentáveis recebem inscrições
Profissionais da arquitetura e engenharia devem valorizar os novos conceitos e as tendências da sustentabilidade e do meio ambiente. Cursos na FAAP preparam o aluno para esse novo cenário...


08/09/2016 – Centro Sebrae de Sustentabilidade recebe certificação internacional
Edifício situado em Cuiabá conquistou a classificação “Excelente” do BREEAM In-Use, a mais alta em toda a América Latina...


16/08/2016 – Aeroporto RIOgaleão opera com novo sistema de tratamento de água
Águas que apresentam concentrações de óleo acima do permitido devem passar por um tratamento de separação da água e do óleo...


VER MAIS >
Publicidade | Anuncie
Banner topo
Notícias
Vídeos
Edição do Mês
Guia de Serviços
Olho Mágico
Publicidade | Anuncie
Banner topo


Publicidade | Anuncie
Banner botão
Quality Systems - 03/03/2015
Sustentech
Rain Bird - 04/05/2015
Regional Telhas